Alice no País das Maravilhas


AVISO: ESTE POST PODE CONTER SPOILERS!
Quem nunca assistiu ao filme ou pelo menos, conhece a história da menina que segue um coelho e cai em um buraco? “Alice no País das Maravilhas” que nós, quando assistimos pela primeira vez não percebemos o contexto feminista em que o filme está inserido e, pensando que nem todo mundo tenha entendido isso também, resolvemos trazer hoje essa reflexão para vocês, com o convite para assistir novamente a história com outro ponto de vista!
Alice no País das Maravilhas, 2010. @pritrelles @girlpowerpoa (Foto: Filmow)
Na história, Alice recusa pedido de casamento de Hamish e segue o coelho branco até cair em um buraco que a leva ao País das Maravilhas. Lá, depois de muita confusão e enquanto tenta entender quem ela realmente é e seu papel na história, muitas coisas acontecem e a transformação dela é extremamente sutil. Claro que sua personalidade desde o começo se mostrou fora da realidade em que ela vivia, sendo capaz de se 'transformar' no que já fazia parte dela, na realidade, mas que ela mesma ainda não havia notado ou despertado. O filme trata da jornada do autoconhecimento. Onde Alice descobre ser uma mulher forte, guerreira (literalmente), capaz de salvar um País que ela pensava só existir em sua imaginação. Um País onde coisas impossíveis e criaturas mágicas e até então, de filmes de ficção, existem. Após essa jornada do autoconhecimento, ela percebe realmente ser a única capaz de salvar o País das Maravilhas no submundo, sendo a heroína da história que todos nós conhecemos, quando luta contra o Jaguadarte no Glorian Day. Qundo ela volta à realidade dela, percebe semelhanças com o País das Maravilhas, e que talvez nem tudo passou apenas de um sonho e o seu até então sogro, a convida para se tornar sócia dele, pois percebe o tamanho potencial que ela tem para os negócios, assim como seu pai tinha.
Na continuação do filme, “Alice Através do Espelho” , quando Alice volta de viagem de três anos e reencontra seus familiares e amigos e descobre que seu ex-noivo, Hamish, assumiu a empresa de seu pai e planeja ter o navio do pai de Alice em troca de sua casa da família. O que não fica claramente dito no filme, é o motivo de Hamish assumir a empresa e pegar o navio de volta, porém, fica nas entrelinhas como sendo uma vingança por ter negado casar-se com ele. Alice tem uma briga com sua mãe e dessa vez segue a borboleta Absolem ao País das Maravilhas, e descobre que novamente, precisam de sua ajuda. Entre os conflitos, ela volta ao mundo real e percebe estar em um hospital psiquiátrico, onde a única pessoal a confiar nela, é a própria mãe que a ajuda a fugir e voltar ao País das Maravilhas para ajudar seus amigos. Ela obviamente, consegue cumprir sua missão com altos e baixos e volta à sua realidade, onde sua mãe recusa a venda do navio à Hamish e ambas viajam juntas pelo mundo administrando a sua própria companhia.
Alice é uma menina forte, determinada, que luta pelo que quer, ajuda todos em sua volta e consegue mostrar a verdade para quem desacredita dela. Alice é incrível!


Comentários

  1. Achei muito legal esse filme, a Alice na história é uma menina forte, essa Alice é incrível mesmo, gostei bastante da reflexão que foi passada, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia aqui é mostrar o empoderamento das mulheres que vemos nos filmes e séries desde pequenas, mas a mensagem que nos foi passada até então, é da princesa a ser resgatada e isso nem sempre é verdade, né?!

      Excluir
  2. Sempre assisti Alice, o mais velho o mais novo.
    Gostava muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro rever pra manter fresquinha na memória a ideia do empoderamento das mulheres que vemos nos filmes e séries desde pequenas, mas a mensagem que nos foi passada até então, é da princesa a ser resgatada

      Excluir
  3. Nossa sou apaixonada pelos filmes que o Tim Burton dirige, e com Alice no País das Maravilhas não foi diferente. Acho muito importante o que o filme representa e demonstra. Principalmente por mostrar que nós mulheres podemos ser o que quisermos e devemos acreditar em nós mesmas. Amo ver o crescimento da personagem nesse processo de autoconhecimento e é um filme que não me canso de assistir.

    Quero Detalhes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm! Exatamente! A melhor mensagem dos filmes na minha opinião, é essa!

      Excluir
  4. Assisti poucas vezes o filme e, apesar de ter notado que Alice é uma mulher forte, nunca tinha visto com essa perspectiva. Confesso que fiquei curiosa para assistir novamente focando nos pontos de autoconhecimento e empoderamento da personagem. Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Sempre amei a força de Alice, é uma das minhas maiores inspirações. Ótimo post, vou reassistir pensando nesses aspectos que vocês falaram. Acho que vou amar ainda mais a personagem ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é incrível! Dá uma sensação boa ver uma menina empoderada!

      Excluir
  6. Assisti o filme uma vez quando adolescente ainda. Devo assistir novamente agora com essa perspectiva! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahahha sim! Quando reassisti foi a mesma coisa! Altas revelações!

      Excluir
  7. Já assisti os dois eu amo a história de Alice, acho que os filme,retratou melhor a mulher que Alice se tornou, o segundo foi incrível falando do tempo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato! De menina aparentemente indefesa, a mulher poderosa e dona de si!

      Excluir
  8. muito legal seu artigo, já assisti esse filme algumas vezes e sempre é uma magia encantadora assistir novamente, sempre vibro com ele, é lindo e a historia prende a gente
    www.mundodasmulheresbrasil.com

    ResponderExcluir
  9. Ainda não assisti o segundo filme, mas o primeiro me encantou demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que o segundo não me chamou muito atenção. Mas é bom, também

      Excluir
  10. Se tem um filme que eu amo é Alice e acho esse nome tao lindo.
    A historia e todos os filmes sao encantadores

    ResponderExcluir
  11. Já assistir essas e outras versões da Alice, é uma história bem legal...o através do espelho não gostei tanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não fosse o enredo principal da história e a moral do segundo filme, também não faria muita diferença pra mim ahhaha

      Excluir
  12. Olá!
    Faz muito tempo que não assisto e esse ano me deu a vontade de reler o livro mais uma vez. É uma história que vale muito a pena ser sempre lembrada.
    Adorei o post!
    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Eaí, gostou do post? Me fala aqui nos comentários!

Mais vistos

Faculdade

O Armazém

Chegados da Época Cosméticos